O futebol é um esporte que mexe com a paixão dos torcedores. E quando se trata do clássico entre Grêmio e Internacional, conhecido como Gre-Nal, a rivalidade é ainda maior. O jogo 416 será disputado neste domingo, dia 28 de fevereiro de 2021, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. E a pergunta que não quer calar é: quem será o vencedor?

Para tentar responder a essa questão, vamos ouvir a opinião de Pai Denardin, um dos mais respeitados comentaristas esportivos do Rio Grande do Sul. Em entrevista ao programa Grenal Radio, ele falou sobre o favoritismo para o Gre-Nal 416.

Segundo Pai Denardin, não existe favorito para este clássico. Ele acredita que as duas equipes têm chances iguais de sair vencedoras. Para o comentarista, o Grêmio tem um time mais equilibrado, que joga um futebol mais coletivo e tem uma defesa muito forte. Já o Internacional tem um ataque mais perigoso e individualidades que podem decidir o jogo a qualquer momento.

Além disso, Pai Denardin destacou que o momento de cada equipe também é um fator importante. O Grêmio vem de duas derrotas consecutivas no Campeonato Gaúcho e precisa se recuperar. Já o Internacional está em uma fase positiva, com quatro vitórias seguidas e líder do grupo B da competição.

No entanto, o comentarista ressaltou que o fator emocional pode ser determinante em um clássico como o Gre-Nal. Ele lembrou que os jogadores precisam entrar em campo com muita intensidade e vontade de vencer, mas sem perder o controle emocional.

“O Gre-Nal é um jogo que mexe muito com os jogadores e com a torcida. É preciso saber controlar a ansiedade e a pressão para não cometer erros”, disse Pai Denardin.

O comentarista também falou sobre a importância dos técnicos Renato Gaúcho, do Grêmio, e Miguel Ángel Ramírez, do Internacional, na definição do vencedor do Gre-Nal 416. Ambos são considerados estrategistas e têm o perfil de motivar os jogadores e mudar o curso do jogo com substituições e alterações táticas.

“É um duelo interessante entre dois técnicos que têm estilos diferentes, mas que sabem montar equipes competitivas e capazes de vencer qualquer jogo”, afirmou Pai Denardin.

Em resumo, podemos concluir que o Gre-Nal 416 é um jogo imprevisível e que não existe um favorito claro para a partida. Grêmio e Internacional têm times de qualidade e podem vencer o clássico se jogarem com determinação e inteligência. O fator emocional e os técnicos também terão papel decisivo na definição do vencedor. Agora, cabe aos torcedores esperarem ansiosamente pelo domingo para conferir essa disputa eletrizante.